segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Violência...Se Necessário

Não sou a favor da violência. Mas que alguns a merecem, não tenham a menor dúvida!

Ontem à noite, à saída das instalações da SIC, Rui Santos, que dividia a sua actividade profissional entre ser otário e ser estúpido, caiu numa emboscada, tendo sido agredido com um barrote por três encapuçados. E agora pergunto: Quem nunca teve vontade de fazer isto? Que se levante o primeiro que nunca teve este desejo e teremos o primeiro mentiroso. Mais: Quem, neste momento, não está cheio de inveja de não ter sido você mesmo a empunhar o dito barrote para desfazer aquele anormal que ganha dinheiro a dizer as maiores baboseiras e que tem uma cara tão anormal que parece que está a pedir para levar com um barrote de elevadas dimensões?

Pois é, provavelmente nenhum de vocês fez parte deste trio maravilha. Mas se algum desses elementos ler este texto, ficam já a saber que vocês são fixes. Já agora, como é que adivinharam que ninguém podia com ele??

Obrigado Trio Maravilha!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Não Nasceu para o Futebol

Este homem chama-se Luis Filipe. Diz-se que joga no Benfica, custou 750 mil euros (sim, 150 mil contos, o que equivale dizer que ele vale mais do que uma vivenda na Expo).

Eu quando era miúdo tinha o sonho de ser jogador de futebol. Mas como até sou um rapaz consciente, percebi que...como hei-de dizer...eu era uma merda. Um merdume. Um monte de esterco. E só não digo mais adjectivos porque depois fico sem eles para o Luis Filipe. Não me venham com merdas mas eu jogo menos mal que ele. O que ele faz é inacreditável. Este lance em Nuremberga é apenas a 256ª gota de água.


Sinceramente, pago bem a quem lhe der uma paulada que o faça acabar com a carreira. Tenho uns guitos de parte para financiar esse projecto. Fico à espera de contactos.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Pior Bad Beat

No flop ele apenas tinha 0,5% de hipoteses...não há mais nada a dizer!

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Iseguianos em Espinho

De regresso de Espinho, após dois dias de intenso poker, o balanço entre a comitiva iseguiana acaba por não ser muito positivo, pelas expectativas criadas.

Na 6ª Feira, noite de Sit and Go, toda a comitiva participou. Em primeiro lugar participei eu, num satélite de qualificação para o Main Event do dia a seguir. Desde o inicio se percebeu que havia 2 ou 3 jogadores que não estavam a levar o jogo muito a serio, o que contribuiu para que um dos jogadores acumulasse uma enorme quantidade de fichas e controlasse a mesa, do principio ao fim. Depois de cerca de 30 minutos sem mãos minimamente razoaveis, surgiu um A K que permitiu fazer um double up. A luta pela fuga ao lugar de bubble foi muito renhida mas acabou por ser derrubado por mim em Q 9 contra Q 5. Penso que fiquei, nesse momento, a jogar com os 2 melhores jogadores da mesa mas aguentei-me bem, sendo que cheguei ao confronto final com um numero muito aproximado de fichas em relação ao chip leader. Um bluff levado até às ultimas consequências fez com que o 2º lugar fosse o lugar final, o que, apesar de tudo, foi extremamente positivo.

Em seguida, Pedro e Rato ficam na mesa mesa e são eliminados pelo mesmo jogador, um pescador no verdadeiro sentido da palavra e que acaba por vencer a sua mesa sem saber ler nem escrever. Carlos e Jota também jogam na mesma mesa. Ao primeiro a sorte não sorriu, não tendo grandes mãos para ir a jogo. Jota fez um bom jogo, muito seguro e acabou por arrecadar o 1º lugar, que lhe dá direito à Etapa 3 do Solverde Season.

No entanto, o momento alto estava marcado para Sábado, com a abertura da Etapa 2 do Solverde Season. A primeira hora de jogo foi extremamente positiva, nomeadamente para o Rato e o Carlos, que foram para intervalo com 17 e 18 mil fichas, respectivamente. Pedro encontrava-se com 12 mil mas a sorte não sorria a Jota, com cerca de 7 mil fichas. A verdade é que a partir dai as coisas começaram a não correr bem e acabaram por ocupar lugares a meio da tabela, o que acaba por saber a pouco, quando se viu que havia condições para conseguir melhor.

Há a destacar, claramente, o torneio que decorreu na 6ª à noite em que A A era claramente batido pelo inigualável 5 3, no torneio mais surreal a que já assisti.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Quem Vai a All In com A 5??

Hoje temos um video caseiro mas com um alto teor de "má onda". Mas eu quero reforçar: Ninguém vai a All In com A 5 por favor!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Não Chores Pá!

Não tanto pelo seu nivel de "má onda" mas sim pela atitude do derrotado, este é um dos meus Bad Beats preferidos. Não chores pá, há vida para além do poker! Tens o Benfica...ok mau exemplo...

Super Terça-Feira


Hoje pode-se decidir o futuro dos EUA e, quer queiram, quer não, de todo o mundo. É inegável que o rumo da politica americana é fundamental para compreender o que vai ser em feito ao nível económico, politico, militar, social...
Ao nível dos republicanos, a discussão está praticamente encerrada. O veterano John McCain parece ter a vitória nas primárias assegurada devido, em meu entender, ao afastamento da linha ideológica de George Bush, que finalmente os americanos começam a perceber que é um verdadeiro flop, um erro tremendo, a todos os níveis (já não era sem tempo). O milionário Mitt Romney ainda mantêm algumas esperanças embora me pareçam infundadas. Parece-me que os americanos querem um novo estilo, até nos republicanos e a verdade é que Romney dá a entender que seria mais do mesmo. Queria, também, deixar a minha nota de estranheza quanto à candidatura de Rudolph Giuliany. No inicio era apontado como o grande favorito dos republicanos. Depois optou por não concorrer nos primeiros estados e, em seguida, retira-se...no minimo, muito estranho!

Nos democratas, está a confusão que todos sabem, agravada pela retirada de John Edwards. Barack Obama e Hillary Clinton sempre estiveram na frente nas sondagens mas a parcela de votos do candidato retirado sempre foi significativa e, por isso, está, nestas pessoas, a chave para a resolução destas primárias. Mas afinal, qual a diferença entre Obama e Hillary? Sem grande conhecimento, diria que se trata uma diferença entre esperança e experiência. Hillary Clinton tem uma carreira longa na politica e, obviamente, terá a influência do marido. Considero que seja, mais uma vez, uma estranha opção para dinastias no poder da Casa Branca. Qualquer dia alguém se apercebe que talvez isto seja uma república "amonarquizada". Obama tem um discurso mais virado para as camadas inferiores da sociedade mas, em oposição, acaba por ter o apoio das pessoas mais influentes dos EUA, como é a Oprah Winfrey e a familia Kennedy. Acho que tem um estilo muito diferente de todos os outros candidatos, ele é a esperança, na verdadeira acepção da palavra. Por representar uma mudança de tudo o que tem acontecido nos ultimos anos, desejo e prevejo que Barack Obama saia vencedor das primárias, embora seja muito provável que a questão não se resolva já hoje. No entanto, e tal como já o afirmei a algumas pessoas, tenho o receio e convicção que Obama será uma desilusão, ao estilo de Lula da Silva no Brasil.
Esperemos para ver!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

O Poder do Merdume

Hoje inicio uma nova secção com os melhores bad beats do poker. Parece-me que, para começar, este não está nada mal.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Bovine Shit Therapy - Scorpion (acoustic)

Idiota


Hoje vou optar por um discurso idiota. Imitando a pessoa que eu vou criticar mas a qual eu não vou dizer o nome porque isso é contra a minha cultura. Sim, porque eu gosto muito de acusar classes em geral: dizer que os politicos são corruptos, que os engenheiros são incompetentes, que os taxistas são parvos (por acaso...), entre outros. Agora dizer nomes? Nem pensar! A minha cultura não me permite isso. Oposição? Foram humilhados, não têm direito a respirar, quanto mais a falar!
Senhor Marinho Pinto (ups, saiu-me) ainda vai a tempo de fazer algo de jeito por este país. Esconda-se, vá-se embora, demita-se, faça o que quiser. Mas não volte a maçar-nos com o seu discurso idiota, demagógico e populista.